13 de jan de 2009

PERGUNTAS E MAIS PERGUNTAS...

Por que quando, às vezes, recebemos algo que esperamos por um tempo esse mesmo algo vem com aquela sensação de ganho pela metade? Em economia, quando o meio circulante é estável, para alguém ganhar outro alguém tem que perder. Acho que na vida é assim.
Num Blog que descobri recentemente havia uma postagem interessante, tratava da nossa capacidade de se doar em função de outra pessoa. De ficar infeliz para não deixar outra pessoa mal. Incrível como isso é mais comum do que imaginamos. O ser humano, pela lógica, deveria lutar pelo que é do seu interesse, atropelando quem vier pelo caminho. Por que isso não é regra? Claro que existem pessoas que não estão nem ai, pegam o que querem e pronto. Mas essas não vêm ao caso. Quero falar sobre aquelas que, se necessário, abrem mão da própria felicidade pelo "bem" de outrem.
Eu sou uma dessas. Acho que tem algo de empatia. Magoei muita gente pelo caminho e ,posso afirmar que, doeu tanto em mim quanto na pessoa. Por que será que não podemos obter o que queremos sem ter que pagar esse preço? Por que para ganharmos algo alguém tem que, necessariamente, perder? Existem "vitórias" que vêm com aquele gosto amargo que custa a passar. Gostaria de pedir perdão, se fosse possível, para todas as pessoas que magoei, e, por antecipação, para todos que porventura virei a magoar, já que, no meu intimo, tenho a certeza de que isso será inevitável.

P.S. E eu havia prometido para mim que pararia com esses posts melancólicos, mas não tem jeito. O ano começou "bem"... Muitas perguntas e nenhuma resposta.

----------------
Ouvindo: The Radio Dept. - Pulling Our Weight
via Acho q foi no Soulseek...
Postar um comentário

13 de jan de 2009

PERGUNTAS E MAIS PERGUNTAS...

Por que quando, às vezes, recebemos algo que esperamos por um tempo esse mesmo algo vem com aquela sensação de ganho pela metade? Em economia, quando o meio circulante é estável, para alguém ganhar outro alguém tem que perder. Acho que na vida é assim.
Num Blog que descobri recentemente havia uma postagem interessante, tratava da nossa capacidade de se doar em função de outra pessoa. De ficar infeliz para não deixar outra pessoa mal. Incrível como isso é mais comum do que imaginamos. O ser humano, pela lógica, deveria lutar pelo que é do seu interesse, atropelando quem vier pelo caminho. Por que isso não é regra? Claro que existem pessoas que não estão nem ai, pegam o que querem e pronto. Mas essas não vêm ao caso. Quero falar sobre aquelas que, se necessário, abrem mão da própria felicidade pelo "bem" de outrem.
Eu sou uma dessas. Acho que tem algo de empatia. Magoei muita gente pelo caminho e ,posso afirmar que, doeu tanto em mim quanto na pessoa. Por que será que não podemos obter o que queremos sem ter que pagar esse preço? Por que para ganharmos algo alguém tem que, necessariamente, perder? Existem "vitórias" que vêm com aquele gosto amargo que custa a passar. Gostaria de pedir perdão, se fosse possível, para todas as pessoas que magoei, e, por antecipação, para todos que porventura virei a magoar, já que, no meu intimo, tenho a certeza de que isso será inevitável.

P.S. E eu havia prometido para mim que pararia com esses posts melancólicos, mas não tem jeito. O ano começou "bem"... Muitas perguntas e nenhuma resposta.

----------------
Ouvindo: The Radio Dept. - Pulling Our Weight
via Acho q foi no Soulseek...
Postar um comentário