3 de jan de 2009

NATUREZA E COMPORTAMENTO...

Vejam a conversa:
"- Poxa, é que eu sou meio tímido...
- Você, tímido?!?!? hahahhahah"
Existem coisas que nunca percebemos. Como "VOCÊ É" seria uma delas. Jogo RPG, embora bem menos do que gostaria, e existe um sistema de jogo, o storyteller, que se baseia nesse conceito, natureza e comportamento. Natureza seria como somos realmente e comportamento seria como a sociedade ,em geral, nos vê. Idéia interessante que é, realmente, usada normalmente.
Minha natureza seria tímido e meu comportamento seria extrovertido. Explico, sou tímido para caramba ao passo de que para disfarçar essa timidez acabo parecendo ser extrovertido. O que nos leva a outro assunto: O que vale mais? O que somos ou o que aparentamos?
Pensando nisso cheguei à conclusão de que somos o que externamos. Para todo mundo sou extrovertido, então eu SOU extrovertido. Perceberam? Não importa que eu tenha que pensar mil vezes antes de falar com alguém, o que realmente importa é que quando falo pareço realmente seguro de mim. Isso nos anula como pessoa? Sim(infelizmente). Claro que isso não acontece com todo mundo, mas com a maioria das pessoas que conheço. Temos que camuflar quem somos em prol da aceitação pública. Isso é justo? Não. Mas é um daqueles casos perdidos em que temos que nos acostumar e aceitar a situação.


----------------
Escutando: Foo Fighters - Walking After You
via Finalmente aprendi como formatar essa p*
Postar um comentário

3 de jan de 2009

NATUREZA E COMPORTAMENTO...

Vejam a conversa:
"- Poxa, é que eu sou meio tímido...
- Você, tímido?!?!? hahahhahah"
Existem coisas que nunca percebemos. Como "VOCÊ É" seria uma delas. Jogo RPG, embora bem menos do que gostaria, e existe um sistema de jogo, o storyteller, que se baseia nesse conceito, natureza e comportamento. Natureza seria como somos realmente e comportamento seria como a sociedade ,em geral, nos vê. Idéia interessante que é, realmente, usada normalmente.
Minha natureza seria tímido e meu comportamento seria extrovertido. Explico, sou tímido para caramba ao passo de que para disfarçar essa timidez acabo parecendo ser extrovertido. O que nos leva a outro assunto: O que vale mais? O que somos ou o que aparentamos?
Pensando nisso cheguei à conclusão de que somos o que externamos. Para todo mundo sou extrovertido, então eu SOU extrovertido. Perceberam? Não importa que eu tenha que pensar mil vezes antes de falar com alguém, o que realmente importa é que quando falo pareço realmente seguro de mim. Isso nos anula como pessoa? Sim(infelizmente). Claro que isso não acontece com todo mundo, mas com a maioria das pessoas que conheço. Temos que camuflar quem somos em prol da aceitação pública. Isso é justo? Não. Mas é um daqueles casos perdidos em que temos que nos acostumar e aceitar a situação.


----------------
Escutando: Foo Fighters - Walking After You
via Finalmente aprendi como formatar essa p*
Postar um comentário